Pequenos truques

A sensação tátil reforçará a sensação visual.

De cada vez que as crianças escreverem, estarão a estimular a modalidade manual-cinestésica, com a fixação dos movimentos necessários ao traçado das letras (memória muscular).

É melhor não começar pelas letras minúsculas porque algumas letras são fáceis de confundir:

b – d,  b – p, p – q,   n – u,  e – a,  s – z,  t – f

comparadas às maiúsculas:

B – D,   P – Q,   N – U,   M – W,   T – F.

Crianças com dislexia, com frequência, têm problemas de orientação espacial. Isto significa que podem fazer confusão entre <b> e <d>, <p> e <q>, que partilham dois traços idênticos (um semicírculo e uma reta), embora em posições diferentes e correspondendo a quatro fonemas distintos.

Existem vários truques para ajudá-las a lembrar as correspondências corretas. Eis aqui um dos meus preferidos: se as crianças souberem que se lê da esquerda para a direita, peça-lhes para fazerem duas figas a sua frente, com os polegares em ângulos retos, apontando para cima. A mão esquerda terá a forma de um <b>, enquanto a mão direita terá a forma de um <d>. Você pode aplicar o mesmo truque ao <p> e ao <q>, com os polegares  para baixo, como ilustrado abaixo.

Truque para não confundir <b>, com <d>

.

Truque para não confundir <p> com <q>

Para se ensinar os valores que os grafemas têm, dependendo da ordem ocupada na palavra. Sugirimos, pois, brincadeiras com o alfabeto de madeira e de plástico do tipo a seguir:

  1. .1Com as fichas separadas em dois blocos como:

b                                 d

b                                 p

n                                 u

a                                 e

complete as palavras a seguir, lendo cada uma:

-ola     -edo    -ranco             -rato   -ave     -rso     -r         -la

2. Ouça como a letra tem dois sons diferentes, conforme estiver antes de:

a              i

o              e

u              í

ô              é

ó              ê

ô             

ã

õ

 

-asa          -orta   -oisa    -ueca   -ômico                        -ódigo -ães     fa-ões -anto

-irco         -inco   -írio     -éu      -êntuplo

Pode dividir a turma em dois grupos e fazer um campeonato para ver quem produz mais palavras.             

Quando você dispuser de um alfabeto de madeira ou plástico, peça às crianças para colocar as letras em forma de um arco ou arco-íris, conforme mostrado abaixo, de tal modo que possam ver todas as letras na frente deles.

De acordo com a idade e habilidade dos alunos, pode programar um número ilimitado de atividades e de jogos para fixar os valores que as letras têm de acordo com a posição que ocupam na palavra.

Eles têm que se tornarem aptos a captá-los automaticamente.

Se você não tem um alfabeto de madeira, tente modelá-lo em argila.

Você também pode pedir às crianças para fazerem letras com seus corpos, assumindo a posição física das letras, seja de pé, ou no chão. Isto é mais fácil do que parece. O que é melhor, é um excelente meio de familiarizar as crianças com as caraterísticas espaciais  das letras.

É muito importante estabelecer uma clara distinção entre as letras e ossons das letras, e certificar-se de que as crianças entendem a diferença. Pratique usando o jogo ‘Eu espio’.

Aconselhamos que comece apontando para as letras, ou mostrando-as em fichas, sem dizer-lhes os nomes e sucessivamente emitindo os sons das letras. Nos exercícios, tome cuidado em não aceitar o nome da letra, quando apontar para uma delas ou quando emitir um som.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s